You are here: News » Oliver Mtukudzi promete ani...

Oliver Mtukudzi promete animação

Oliver Mtukudzi encontra-se, desde esta terça-feira, 28 de Novembro, em Maputo, com o propósito de participar na 1ª edição do Festival Standard Bank Acácia Jazz. 

À sua chegada, no Aeroporto Internacional de Mavalane, o músico zimbabweano assegurou que traz, na bagagem, músicas bastante animadas, que sem dúvidas irão entreter o público que se fará presente no evento.

“Para o Festival Standard Bank Acácia Jazz quero trazer sons que, juntamente com os outros colegas músicos, vão certamente dinamizar este grandioso evento”, referiu.

Sobre a sua vinda a Moçambique, para mais uma vez entreter os moçambicanos, Oliver Mtukudzi assumiu que se sente um filho quando volta à casa.

“Estou de volta à casa e gostaria de informar, a todos os amantes das minhas músicas, que estou disposto a abrilhantar-vos na noite de quinta-feira, tal como habituei-vos”, manifestou, convidando as pessoas a afluírem ao Festival Standard Bank Acácia Jazz para “vibrar, dançar, cantar e fazer a festa connosco”.

Importa referir que, no âmbito do “A caminho do Festival Standard Bank Acácia Jazz”, Oliver Mtukudzi orienta, esta quarta-feira, 30 de Novembro, na capital do País, uma palestra sobre música aos estudantes da Escola de Comunicação e Artes (ECA), da Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

Para além de Oliver Mtukudzi, a 1ª edição do Festival Standard Bank Acácia Jazz, agendada para quinta-feira, 30 de Novembro, contará com a presença dos moçambicanos Jimmy Dludlu e Banda Kakana, bem como de Judith Sephuma da África do Sul.

Events & Social Responsabilities

Standard Bank Festival Acácia Jazz além da música

No âmbito da primeira edição do Festival Standard Bank Acácia Jazz, o banco promoveu diversas actividades culturais, com destaque para a interação entre os músicos do festival e estudantes universitários, bem como a exposição artística no local do espectáculo. 

Economic strategies to win in a dynamic global landscape

The African continent has great growth opportunities for the next 5 years with a combined annual growth rate of 4.3 percent. However, its participation in the world economy continues to be marginalized. These considerations were made by Sola David-Borha, CEO of Standard Bank Group Africa, in her presentation as a panel speaker on “What is Next for Mozambique?: Fundamental Economic Strategies to Win in a Dynamic Global Landscape”.