Você está em: Notícias » Standard Bank apoia quarta...

Standard Bank apoia quarta edição da Cimeira Financial Times em Moçambique

A diversificação da economia do País e a introdução de reformas com vista ao seu crescimento sustentável constituem os temas que vão dominar os debates da quarta edição da Cimeira Financial Times em Moçambique, a ter lugar no dia 11 de Setembro próximo, na cidade de Maputo, e que conta com o apoio do Standard Bank.

Trata-se de um evento que vai reunir ministros de sectores estratégicos, actores políticos e empresários nacionais e internacionais, e que acontece numa altura em que o País se prepara para receber grandes volumes de investimento associados à exploração do gás na bacia do Rovuma, em Cabo Delgado.

Para a presente edição a cimeira terá como tema “Construindo Resiliência para um Crescimento a Longo Prazo”, dada a necessidade e pertinência do debate sobre reformas e soluções que possam permitir um crescimento sustentável da economia, transformando os actuais desafios em oportunidades.

Para o Standard Bank, o apoio à realização da Cimeira Financial Times em Moçambique visa permitir a promoção e o estabelecimento do País como um dos principais destinos de investimento do mundo, impulsionado, agora, pelo anúncio das decisões finais de investimento, por parte dos consórcios de exploração do gás natural, liderados pelas multinacionais Anadarko e Eni.

“Esta cimeira, mais do que ser uma montra para expor as potencialidades de Moçambique para o mundo, serve também de plataforma para os empresários locais lançarem-se no comércio internacional”, considerou Chuma Nwokocha, administrador delegado do Standard Bank.

Na ocasião, Chuma Nwokocha explicou que o apoio do Standard Bank insere-se nas acções que o banco tem desenvolvido com vista ao desenvolvimento do País e do continente, através da atracção de investimentos, na qualidade de maior banco africano em termos de activos. “Para nós, é um dever apoiar este tipo de iniciativas e esperamos contribuir para colocar Moçambique no mapa dos principais destinos de investimento do mundo”.

Para além de apoiar a realização do evento, o Standard Bank vai integrar dois painés, sendo um sobre o sector do petróleo e gás, e outro sobre a presença da mulher nos negócios e na economia global. O banco far-se-á representar, respectivamente, pelo seu administrador delegado, Chuma Nwokocha, e pela administradora executiva para a Região Africana do Grupo Standard Bank, Sola David-Bora.

No painel sobre petróleo e gás, o Standard Bank irá transmitir a sua experiência no sector e contribuir no debate sobre como o País pode tirar o máximo proveito dos investimentos em curso.

Ainda no que diz respeito à cimeira, o Governo, através do Ministério da Economia e Finanças, afirma que a mesma tem contribuído, desde a sua primeira edição, para o debate de temas pertinentes para o crescimento e desenvolvimento da nossa economia, congregando diferentes painelistas e oradores, entre nacionais e internacionais.

“Este evento permite que empresas e empresários, locais e estrangeiros, possam interagir, e estudar e avaliar as diferentes oportunidades que a nossa economia oferece por forma a que continue a trilhar o caminho do desenvolvimento sustentável”, sublinhou Rogério Nkomo, director de Coordenação Institucional e Imagem do Ministério da Economia e Finanças.

Por seu turno, a Financial Times Live, entidade organizadora, espera que participem na cimeira cerca de 250 pessoas, entre oradores e homens de negócios, nacionais e internacionais.

“Esperamos que seja um excelente evento, à semelhança das edições anteriores. Contaremos com a presença de ministros de sectores estruturantes do País, tais como os da Indústria e Comércio (Ragenda de Sousa), dos Recursos Minerais e Energia (Ernesto Max Tonela), da Agricultura e Segurança Alimentar (Higino Marrule), das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos (João Machatine), do Género, Criança e Acção Social (Cidália Chaúque), entre outras individualidades. A nossa expectativa é contribuir para o desenvolvimento do País, que é o que todos queremos”, disse Reda Sebatta, representante da Financial Times Live.

Eventos e Responsabilidade Social

Mais de 2000 atletas participam da Corrida Azul 2019

O atleta moçambicano, Flávio Seholhe (1:03:28”), residente na África Sul, e a zimbabweana, Patience Murowe (1:16:51”), consagraram-se vencedores da terceira edição da meia maratona “Corrida Azul”, ocorrida, no sábado, 31 de Agosto, em Maputo, por ocasião das celebrações dos 125 anos de implantação desta instituição financeira, no País.

Newsletter Private Banking